, ,

Lançada nova campanha de arrecadação de lacres

Iniciativa da Secretaria de Educação e o Fundo Social de Solidariedade auxilia o Centro Boldrini


Lançada nova campanha de arrecadação de lacres

Lançada nova campanha de arrecadação de lacres

Pelo quarto ano consecutivo, a comunidade escolar de Nova Odessa adere a Campanha de Arrecadação de Lacres “Salvando Vidas Com Amor”, colaborando com crianças diagnosticadas com câncer e tratadas no Centro Infantil Boldrini, em Campinas. O lançamento ocorreu nesta sexta-feira (22) na EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Dante Gazzetta. A parceria da Secretaria de Educação com o Fundo Social de Solidariedade transforma os lacres em recursos à instituição.

As escolas da Rede Municipal de Ensino já começaram a arrecadar lacres de alumínio e a campanha ocorre até o Dia Mundial de Ação de Graças, comemorado em 28 de novembro. As campanhas têm arrecadado entre 3,8 e 4,5 milhões de lacres. “O Boldrini não aceita mais os lacres, então arrecadamos para reverter em dinheiro e ajudar o hospital”, explica a secretária de Educação, Claudicir Brasilino Picolo.

O evento de lançamento da nova campanha foi realizado antecedendo o início da “Festa da Primavera” na EMEF Dante Gazzetta, localizada no Centro. O evento contou com a presença, além da secretária municipal de Educação, da diretora de Gestão Social e Cidadania, Patrícia Cristina Pereira, da diretora de Ensino Fundamental, Rosimar Paschoalim Antônio.

A diretora da unidade, Denile Marin, deu as boas-vindas aos pais e crianças presentes, para anunciar a nova campanha. “Mais um ano esperamos que o ‘Dante Gazzetta’ seja recordista de arrecadação de lacres na rede municipal”, destaca. “É essencial a participação da comunidade escolar, para as crianças aprendem desde cedo a ajudar ao próximo”, acrescenta a secretária de Educação do Município.

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Souza, levou a ideia para a Secretaria de Educação cinco anos atrás, após ouvir a sugestão de Regina Célis Sasso, que realizava iniciativa semelhante em Americana. “É uma campanha belíssima e que envolve pais, mães e as crianças. As famílias novaodessenss e a comunidade escolar, para o gesto de caridade”, ressalta.

O Centro Boldrini tem hoje mais de 10 mil pacientes em acompanhamento. São cerca de 900 casos novos por ano, 80% deles atendidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Do total das receitas do Hospital, 44% dependem das doações da comunidade. A estrutura atual possui mais de 70 leitos de internação, 400 voluntários e 120 atendimentos diários, totalizando 33 mil sessões de quimioterapia ao ano.

Publicidade